7º ano

 

LISTA DE OBRAS E TEXTOS PARA EDUCAÇÃO LITERÁRIA – 7.º ANO

Escolher um mínimo de:

Autor

Título

Existe BEAS

Cota

Observações

3 narrativas de autores portugueses

 

 

 

Alexandre Herculano 

 

2

82-34 HER

 

 

Raul Brandão  

 

0

 

 

Miguel Torga 

 

18

82-34 TOR

 

Manuel da Fonseca    

 

0

 

 

Teolinda Gersão

 

0

 

 

Luísa Costa Gomes    

 

0

 

 

1 conto tradicional

Teófilo Braga 

 

0

 

 

 

Trindade Coelho  

s

1

82-31 COE

 

1 texto dramático de autor português

Alice Vieira    

 

18

82-2 VIE

 

Maria Alberta Menéres

 

21

82-34 MEN

 

1 conto (a selecionar) de autor de país de língua oficial portuguesa

José Eduardo Agualusa

 

 

 

 

1 narrativa de autor estrangeiro

 

Luís Sepúlveda

OU

(trad. Pedro Tamen)

18

82-31 SPU

 

Robert Louis Stevenson OU

 A Ilha do Tesouro (adapt. António Pescada)

7

82-93 STE

 

Michel Tournier

Sexta-Feira ou a Vida Selvagem

21

82-93 TOU

 

2 textos de literatura juvenil

 

 

Irene Lisboa    OU

Uma Mão cheia de nada, outra de coisa nenhuma

23

82-93 LIS

 

Sophia de Mello Breyner Andresen OU

O

17

82-93 AND

 

 

Agustina Bessa-Luís  

 

3

82-93 BES

 

 

 

0

 

 

Escolher 16 poemas de pelo menos 10 autores diferentes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Florbela Espanca  

“Eu quero amar, amar perdidamente!”; “Ser poeta” in Sonetos

 

 

Poesias

 

José Régio

“Cântico negro” in Poemas de Deus e do Diabo; “O Papão” in As  Encruzilhadas  de  Deus;  “Tenho  ao  cimo  da  escada,  de maneira” in Mas Deus É Grande

 

 

Vitorino Nemésio

“A concha”, “Five o’clock tea” in O Bicho Harmonioso; “Meu coração é como um peixe cego” in Eu, Comovido a Oeste

 

 

António Ramos Rosa

“Não  posso  adiar  o  amor”;  “Para  um  amigo  tenho  sempre  um relógio” in Viagem através duma Nebulosa

 

 

António Gedeão

“Impressão  digital”;  “Pedra  filosofal”;  “Lágrima  de  preta”; “Poema do fecho éclair” in Obra Completa

 

 

Miguel Torga

“História  antiga”,  “Ariane”  in  Diário  I;  “Segredo”  in  Diário VIII; “A espera” in Poemas Ibéricos

 

 

Manuel da Fonseca

“O vagabundo do mar”; “Maria Campaniça”; “Mataram a tuna” in Obra Poética

 

 

Eugénio de Andrade  

“As palavras”; “Canção”; “É urgente o amor”

 

 

Sebastião da Gama

“O  sonho”  in  Pelo  sonho  é  que  vamos;  “O  papagaio”  in Itinerário Paralelo

 

 

Ruy Cinatti

“Meninos  tomaram  coragem”,  “Quando  eu  partir,  quando  eu partir  de  novo”  in  Nós  não  Somos  deste  Mundo;  “Linha  de rumo” in O Livro do Nómada Meu Amigo; “Morte em Timor”, “Análise” in Uma Sequência Timorense

 

 

Alexandre O’Neill     

“Amigo”; “Gaivota”; “Auto-retrato” in Poesias Completas

 

 

 

David Mourão-Ferreira

“Barco  negro”;  “Maria  Lisboa”;  “Capital”;  “E  por  vezes”  in Obra Poética

 

 

 

Percy B. Shelley

“Correm  as  fontes  ao  rio  [Love’s  Philosophy]”  (trad.  Luís Percy B. Shelley Cardim) in Horas de Fuga